Marketing Conversacional e Chatbots

Marketing Conversacional e Chatbots

O uso de chatbots e assistentes virtuais equipados com IA para criar conversas humanizadas e personalizadas está se tornando uma tendência forte​

Percebeu que todas essas tendências de Marketing Digital para 2024 que falei até agora são baseadas na humanização do mundo virtual?

À medida que as preferências dos consumidores evoluem, as marcas têm se esforçado para criar interações mais significativas e personalizadas!

Pegue como exemplo os chatbots que citei na tendência de Social Selling: o objetivo inicial dessa tendência era permitir que o cliente se autoatendesse antes de falar com um humano.

 

Ou seja, a aplicação da conversa automatizada estava limitada a levar o cliente de um ponto A a um ponto B: pagar uma conta, verificar dados, tirar dúvidas comuns e coisas do tipo.

Só que os chatbots se consolidaram tão bem que a tendência evoluiu para o Conversational Marketing.

Também chamado de Marketing Conversacional, o objetivo aqui não é só levar o cliente de um ponto a outro, mas criar novos pontos de contato para fazer Marketing e vender a partir de uma conversa humanizada.

Não me entenda errado: os chatbots ainda são usados para automatizar boa parte dessa conversa (no intuito de levar o cliente até um ser humano de verdade na hora de fechar negócio), mas essa automatização precisa soar o menos robótica possível.

Então, hoje, não se trata apenas de automatizar processos e comunicações. As empresas também estão utilizando chatbots e assistentes virtuais equipados com IA para compreender e responder às necessidades específicas dos usuários.

Encontrei uma pesquisa que aponta que 75% das consultas serão resolvidas por chatbots em 2024. Uma coisa é fato: se você não está pensando nisso ainda, deveria!

A capacidade de personalizar a conversa com base no histórico de interações, comportamentos online e preferências individuais é um ponto importantíssimo para aprimorar a experiência do cliente.

Além de aumentar a quantidade de leads quentes que chegam até o setor de vendas (com gente de verdade, pronta para fechar negócio), o Marketing Conversacional estreita o relacionamento dos possíveis clientes com a marca se aproveitando das infinitas possibilidades da Inteligência Artificial!

Compartilhe